Essa é mais uma das disputas culinárias que nunca terão uma resposta. Assim como o lado certo para se comer a coxinha ou o jeito correto de se comer cachorro quente, o pudim com ou sem furinhos é mais uma grande disputa entre os fãs da iguaria.

Independente das preferencias, tecnicamente falando, o pudim é um doce feito para não ter furinhos e se você gosta dele cremoso e sem furinhos, saiba que é fácil conseguir isso.


com-ou-sem-furinho


Por que o pudim fica com furinhos?

Os furinhos do pudim podem nascer por 3 causas básicas , todas elas ligada ao cozimento do pudim:

1)   Claras e gemas precisam de temperatura diferente para atingir a cocção completa. Por causa disso, forma-se as bolhas de ar dentro do pudim. Se você cozinha de menos, apenas as gemas ficam totalmente cozidas

2)   Se cozida rapidamente, a clara do ovo expande por conta do ar contido na clara.

3)   A temperatura diferente que se atinge no cozimento de toda a receita, faz com que a base cozinhe antes que o topo.


Como fazer pudim sem furinhos?

Para vocês ter um pudim cremoso e sem furinhos, você deve seguir 4  dicas:

1)   Asse o pudim em forno frio. Não pré aquecer o forno é um truque que pode ser utilizado em casa, para não subir excessivamente a temperatura da mistura. Deixe o forno na menor temperatura possível no seu forno residencial (a maioria dos fornos caseiros não tem temperatura menor do que 180o ).

2)   Asse em banho-maria. Além do forno frio, coloque a forma em um recipiente com água, porém a água do banho-maria precisa cobrir toda a mistura dos ingredientes dentro da forma, para que a temperatura seja sempre igual (garantindo um pudim cremoso e com a textura igual em toda sua superfície). Outro truque é colocar um pano entre a forma do pudim e o recipiente que leva a água, assim a base atinge a temperatura da água e não a da assadeira de baixo.

3)   Essa dica vai contra todas as técnicas gastronômicas, mas confesso que é infalível (e eu não encontrei informações técnicas para comprova-la ou não). Bata todos os ingredientes no liquidificador por 10 minutos. A explicação que recebi, que mais se aproxima de uma resposta “científica”é que quebram-se toda a estrutura celular dos ovos.

4)   Cubra a forma com o pudim com papel alumínio ou manteiga.


E você? Qual sua preferência? Com ou sem furinho?

Use os comentários e diga como você prefere o seu pudim.

 

Receita de Pudim de leite condensado

Ingredientes

1 lata de leite condensado

1 lata de leite

3 ovos

calda

1 xícara de açúcar

½ xícara de água (quente)

 

Modo de preparo

Calda

Leve o açúcar ao fogo em uma panela de fundo largo até que ele fique dourado. Adicione então a água quente e misture até misturar – com cuidado para não se queimar – até a calda engrossar.

Despeje na forma até cobrir o fundo por completo (se for utilizar formas individuais, repita o processo em cada uma delas).

Pudim

Junte todos os ingredientes no liquidificador e bata por 10 minutos.

Adicione com cuidado a mistura na(s) forma(s), cubra com o papel alumínio/manteiga e leve ao forno (180o ) em banho-maria (cobrindo toda forma), por aproximadamente 1 hora e meia.

Leve à geladeira por 4/6 horas antes de desenformar para servir.