Mojito

1

A mistura de hortelã com bebidas é muito antiga. A exemplo do Bullshot, o Mojito teria sido criado por um inglês em alto-mar. A diferença, nesse caso, é que a história deste drinque era contada nos bares cubanos por ninguém menos que o escritor americano Ernest Hemingway. Segundo ele, o almirante e aventureiro inglês Francis Drake, o primeiro homem branco a aportar em inúmeras ilhas do Pacífico Sul, apaixonado pelos aromas da hortelã, teria sido o primeiro a misturar a planta com boas doses de rum.

Ingredientes
1 dose Rum Branco
1 lance de suco de limão
1 colher (chá) de açúcar
Club soda
4 folhas de hortelã
Modo de preparo
amassar o hortelã e açúcar.
Adicionar o suco
encher o copo c/ gelo quebrado
completar c/ club soda
servir c/ canudo e mexedor

[BP] mojito, rum, hortelã, pilão, suco de limão, soda limonada[/BP]

Manhattan

0

Seco, sóbrio e elegante. Assim pode ser definido esse coquetel, que homenageia a trepidante e charmosa ilha de Nova York. Nos balcões dos bares, os experts contam que o Manhattan teria surgido mesmo nos Estados Unidos, não necessariamente na ilha, no ano de 1870, e que sua receita original continha apenas rye whiskey (uísque de centeio) e vermute. De lá para cá, sua fórmula foi bastante alterada.

Hoje, ao lado ou melhor, junto do rye ou do Canadian whisky e do vermute tinto, estão a Angostura e a cereja. Mesmo simples, a receita do Manhattan exige muito rigor de quem a prepara. Não se pode errar nas medidas, adverte Vanilza Antonia da Silva, barwoman do restaurante Tarsila, em São Paulo.

Deve-se conhecer, por exemplo, as complexas conseqüências da maior ou menor quantidade de cada ingrediente três, duas ou mesmo uma gota a mais de Angostura podem fazer uma amarga diferença. Pelo seu caráter seco, o Manhattan é considerado um aperitivo, ideal para ser servido antes das refeições. Uma dica: o segredo da preparação está na rapidez, evitando contaminar o drinque com água demais.
Ingredientes:
– 3/4 de whiskey bourbon
– 1/4 de vermuth seco
– 5 gotas de angostura

Modo de preparo:
Misturar todos os ingredientes em taça de coquetel. Decorar com uma cereja no fundo da taça.

[BP]vermuth, angostura, bourbon. whiskey [/BP]

Bloody Mary

1

Elegante, sua origem não poderia ser outra senão a Paris dos anos 20. O autor da bebida foi o americano Peter Petiot, que comandava o balcão do Harrys New York Bar, que até hoje funciona no número 5 da Rue Doneau. Com a beberagem, Patiot atendeu a pedidos de compatriotas que visitavam a França e pretendiam levar para os Estados Unidos, então submetidos ? Lei Seca, uma bebida cuja aparência e odor mascarasse o teor alcoólico e fosse, ao mesmo tempo, fácil de preparar.

Batizada inicialmente com o pouco sutil nome de Bucket of Blood (Balde de Sangue), apenas em 1934, quando passou a ser preparada também nos Estados Unidos, a mistura recebeu o nome atual, mais precisamente no bar do Hotel St. Regis Sheraton, na esquina da Rua 55 com a 5ª Avenida, em Nova York. O Sheraton propagandeia em seus cartões de endereço a paternidade do drinque. O nome americano, segundo a mais plausível das versões, seria uma referência ? rainha Mary I, da Inglaterra, que, devido ? implacável perseguição aos protestantes puritanos, no período da restauração do catolicismo apostólico romano, no século XVI, tornou-se conhecida pelo apelido de Bloody Mary ou Mary, a sanguinária, numa tradução livre.

Ingredientes:
– 1 dose de vodca
– 1/6 de copo de suco de tomate
– 1 pitada de sal para temperar
– molho inglês
– pimenta do reino
– gotas de limão

Modo de preparo:
Misturar todos os ingredientes e despejar num copo tipo “Long Dring”. Decorar com uma fatia de limão.

[BP] blody mari, suco de tomate, pimenta do reino, limão, vodca[/BP]

Dry Martini

7

Ingredientes

6 cl. Gin

1 cl. de Vermouth seco

Modo de preparo

Preparar no mixing glass e servir em copo cocktail com um zest de limão e uma azeitona no palito

Batida de Cerveja

0

Ingredientes

– 2 latinhas de cerveja (geladas)
– 2 doses de vodka
– 2 doses de run
– 2 doses de gin
– 1 lata de leite condensado
– 1 forminha de gelo (inteira)

Modo de preparo

Coloque os ingredientes no liquidificador e bata durante uns 15 segundos. Sirva logo em seguida.

[BP] cerveja, gin, vodka, leite condensado, run[/BP]

Margarita

1

A origem do drinque e do nome se deve a Margarita Sames. O drinque foi criado no? natal de 1948, em sua luxuosa mansão, quando quis surpreender seus convidados com algo mais interessante que Bloody Mary ou cerveja. Algo que combinasse com o sol, a piscina e o ócio diurno.

Misturou então, suas duas bebidas favoritas, tequila e Cointreau. Por muitos anos a senhora Sames chamou sua invenção de “o drinque”, até que seu marido, orgulhoso do sucesso, a batizou com o nome de sua mulher. Como muitos de seus convidados eram donos de restaurantes bem sucedidos, o drinque se propagou.

Margarita

Ingredientes:
– 3/4 de dose de tequila branca
– 1/3 de dose de cointreau
– 1/3 de dose de suco de limão

Modo de preparo:
Bater todos os ingredientes e servir em taça de coquetel. Crustar a borda do copo usando suco de limão e sal.

Sex on the Beach

0

Ingredientes

– 1 dose de vodka gelada
– 1 dose de suco de laranja de caixinha ou natural
– 1 medida de licor de cassis (mais ou menos 3 colheres de sopa, menos do que uma dose)
– 1 pouco de groselha para enfeitar o fundo do copo e dar uma colorida no drink (imprescindível)

Modo de Preparo

Misturar as três primeiras bebidas em uma coqueteleira. Colocar em um copo e adicionar um pouco de groselha.

[BP] vodka, suco de laranja, licor de cassis, groselha, cicarelli[/BP]

Tequila Sunrise

0

É curioso, mas a autoria deste drinque é creditada ao astro Mick Jagger, líder e vocalista da maior banda de rock de todos os tempos, os Rolling Stones. Jagger nunca trabalhou como barman, embora sempre tenha tido com a tequila uma grande intimidade. No final dos anos 70, em uma turnê pelos Estados Unidos, foi proibido pelo médico que acompanhava a banda de ingerir qualquer bebida alcoólica.

Enganando o médico e, principalmente, o guitarrista Keith Richards, que o gozava sorvendo largas doses de vodca perto dele, Jagger passou a misturar suco de laranja com o destilado mexicano, dando a impressão de manter religiosa abstinência.

A burla só foi revelada no final da temporada, com Jagger gozando de boa saúde. Depois, o drinque foi aperfeiçoado e recebeu a adição de grenadine, xarope de romã.
Ingredientes

– 1 dose Tequila ouro
– 3 doses suco de laranja
– 1 lance de groselha

Modo de Preparo

Despeje num copo alto a dose de Tequila e o suco de laranja. Misture bem e coloque o lance de groselha. Decore a gosto.

Deseja conhecer um pouco mais sobre tequila? Visite meu tutorial de tequila.
[BP] tequila, suco de laranja, groselha, gelo, Keith Richards[/BP]

Compre tequila no Submarino:

Alexander

0

Ingredientes:
– 2/4 de licor de cacau
– 1/4 de conhaque
– 1/4 de creme de leite batido

Modo de Preparo:
Misturar todos os ingredientes e servir em taça “Short Drink”‘, com uma pitada de canela em pó.

[BP] licor de cacau, conhaque, cognac, crede de leite[/BP]

Absinto

16

O licor de absinto, ou simplesmente absinto, é especialmente popular na França sobretudo pela ligação aos artistas parisienses de finais do século XIX e princípios do século XX, até a sua proibição em 1915.

O licor tem geralmente uma cor verde-pálido, com um aroma similar ao anis, porem mais sutil devido às diversas ervas usadas, e apresenta uma percentagem de álcool muito elevada (45% a 85%, embora nenhum produto comercializado tenha mais de 74%).

Há citações históricas, que artistas como Van Gogh, Rimbaud, Baudelaire e Toulouse-Lautrec, entre outros, tomavam com certa frequencia essa bebida, outros historiadores afirmam que o destilado de ervas cor verde-esmeralda, também chamado de “fada verde”, seria o responsável pelo comportamento bizarro de Van Gogh. Talvez efeito ressonante da bebida.

Ingredientes

– 1 dose de absinto (aproximadamente uma colher de sopa)
– 1 torrão de açúcar
– 2 doses de água gelada

Modo de Preparo

Despeje o absinto em um copo. Coloque na boca do copo uma colher com furinhos (própria para o absinto) e sobre ela o torrão de açúcar. Lentamente, despeje sobre o torrão a água gelada até que ele se dissolva.

[BP] absinto, anis, água, [/BP]