fusion1

Folga, Florianópolis e o Ford Fusion

Semana passada dei uma folga na cozinha e à convite da Ford fui dar um pulo em Florianópolis conhecer o novo Ford Fusion 2.5 Flex 2013. Sim, o Novo Fusion pedia uma apresentação à sua altura e a praia de Jurerê Internacional foi o cenário escolhido para isso.

 

O carro

Logo na chegada ao hotel Il Campanário, fomos recebidos por um Fusion Branco na recepção do Hotel (sim, o carro estava dentro da recepção e eu não tirei uma foto da portinha que ele passou). O carro é imponente por si só. A frente, inspirada nas grades do Aston Martin tendem a nos fazer imaginarmos como James Bond, ainda mais em um cenário paradisíaco como o que estávamos.

Eu poderia ficar falando do motor Duratec 2.5 de 4 cilindros, da transmissão automática de 6 (sim, seis marchas), de todos os equipamentos de conforto no carro: GPS com mapas do Brasil, USB, entrada de áudio e vídeo RCA (sim, aquela do vídeo game do seu filho) e do comando de voz, mas vou comentar o teste drive que fizemos, pois ele ficará mais divertido.

Tudo começou após uma rápida apresentação do Osvaldo Ramos, diretor de Marketing da Ford e tivemos a oportunidade de ter 12 Ford Fusion um ao lado do outro com diversas opções de cores além dos tradicionais preto e prata. Minha equipe do test drive, que era composta pelo Gustavo Giglio do Update or Die, a Fernanda Pires do Petiscos e a Renata Cabrini da Burson, escolhemos o Fusion Bordeaux – disparado o mais atrativo entre os não menos belos Prata metalizado,  branco, preto, cinza, vermelho e azul perolizados.

 

O test Drive

 

O test drive passamos por toda a ilha, por trechos sinuosos, trechos de reta. Fomos de norte a sul, passando por todos os cenários turísticos (a lagoa da Conceição foi disparado o meu favorito) e o carro se mostrou valente e muito confortável. Baixo, se mostrou bastante ágil nos momentos que precisamos encontrar o restante do comboio, mesmo com seus 4.8 metros de comprimento.  Mesmo com as 7 malas dos 4 integrantes do carro no porta malas de 514 litros, o carro tinha desempenho e comportamento de carro vazio (usando a escala máfia de medida de porta malas, no Ford Fusion caberiam 5 corpos com folga ).

Em um passeio de 4 horas com muitas fotos, os iPhones beberrões de bateria começaram a abrir o bico e as entradas USB do carro salvaram as manutenção da cobertura através das redes sociais e forma muito disputadas. Aliás, a trilha sonora foi conduzida pelo sistema de conectividade SYNC, na tela de 8 polegadas que ora apresentava o mapa de Floripa, ora permitia que a co-piloto Fernanda controlasse o fluxo do ar condicionado e diversas outras funções do carro.

Por falar no consumo de bateria dos iPhones, o Fusion, apesar de ser um sedan grande, possui diversos componentes para aumentar a economia de combustível. Lembram da grade da frente baseada no Austin Martin??? Então, ela possui aletas que se fecham automaticamente quando o motor não precisa de refrigeração, desviando o fluxo de ar e aumentando essa economia.

sim, eu usei o Blackberry para tirar essa foto

 

Fiz questão de ser passageiro e no banco de trás – para quem não sabe, tenho mais de 1,90m de altura, e essa tarefa foi, finalmente, algo confortável. Aliás, muito mais confortável que o avião que nos levou à Floripa.

Em breve, trarei o Fusion para o meu universo. Farei compras no Ceagesp para a semana aqui em casa e poderei testar ainda mais o tamanho do porta malas.

Como eu conheço carro como usuário, vocês podem saber mais sobre o Fusion nos blogs do meus companheiros de viagem:

Richard Marx , Nerdpai, Bernabauer,  Rene Fraga, Lidi Faria, Eduardo Moreira, Gui Cury

 

O Desafio

Não poderia falar do Fusion sem falar do Fusion GP.

Quem viveu nos anos 80/90 e curtia automobilismo, não pode esquecer das eternas disputas entre Nigel Mansell e Nelson Piquet. Um extremamente técnico, conhecedor a fundo de carros e mecânica, o outro absurdamente arrojado – beirando a inconsequência e o maior azarado da história da F1.

Pensando nessas lembranças, a Ford Brasil resolveu nos presentear com mais uma disputa entre os dois e lançou o desafio Fusion GP. 2 pilotos, 2 carros, um autódromo.

O cenário foi o Velopark em Porto Alegre. O resultado uma websérie de 4 episódios, que por mim já ganhou o prêmio de melhor campanha de internet de 2013.

Confira no site Fusion GP.

PS: Reparem o sorriso de satisfeito do verdadeiro Dick Vigarista da história aos 3:14 do 4 episódio….

 

Viajei à Florianópolis à convite da Ford do Brasil.

 


3 Comentários
Sandro Doriguetto

abril 21, 2013 @ 14:10

Responder

Interessante o blog, mas só uma correção, o carro do Bond é Aston Martin, não Austin. Abraço!

Comente

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

author
PorCobra
Publicidade
Pop
Publicidade
Arquivos
Fique Ligado! Assine nossa newsletter
Receba todas as novidades do Homem na Cozinha

Todos os direitos reservados © Homem na Cozinha - 2006 - 2016