Voltando à ativa – Risotto de Alcachofra ao vinho tinto

Após quase um mês de afastamento total, estou de volta à esta casa que tanta alegria e relaxamento me propicia. Me dei um período de “Sabático“, para repensar o blog.

Os resultados de acesso e financeiros continuam crescendo com o passar do tempo, conforme previsto, porém em velocidade compatível com a atualização. Sem atualização, o crescimento e rendimento mantiveram-se estagnados. Porém algumas coisas andavam me incomodando aqui: falta de interação dos usuários e os frequentes plágios sem citação de fonte.

Após pensar muito e conversar com alguns amigos, segui o conselho da Nospheratt e farei daqui um ambiente mais pessoal, “menos caderno de receita, mais blog” e esse post é o início da nova fase do blog. Com ele, virão novo layout, nova classificação de posts, novas features e espero que novos comentários. Tudo muito jogado ainda, mas com o direito de errar como costumo fazer no meu outro blog. Lá, faço o que “dá na telha” (que foi o nome do meu primeiro blog lá pelo final do século passado) e o resultado vem de acordo com a genialidade (modéstia a parte) ou imbecilidade do conteúdo. Aqui será mais dificil fazer besteira.
Introduzindo um post que farei no decorrer da semana, meu melhor laboratório é quando viajo em feriados. Testar cozinhas diferentes, com panelas e utensílhos que não são os nossos é um excelente laboratório. Ainda mais, quando você – que é um cara planejador ao extremo – não tem tempo de planejar sua viagem e acaba esquecendo os ingredientes da receita e está em uma pequena e pacata cidade do interior de São Paulo e sem a possibilidade de comprar uma mísera garrafa mediana de vinho branco. O que fazer com o tão planejado risotto? Fundos de alcachofra comprados e marinados, caldo de legumes pronto… o que fazer? Usar Vodka? Decidi usar um vinho Santa Carolina Cabernet, só que era tinto. Isso era por volta das 8 da noite e descobri que não tinha cebola também. E a receita saíu sem a cebola

Risoto de Alcachofra ao vinho tinto

Ingredientes:

2 Xícaras de arroz arbóreo

1 e 1/2 xícara de vinho tinto

azeite à gosto

300 grs de fundo de alcachofra

50grs de queijo ralado

1 colher de sopa de manteiga

Para o caldo

1 e 1/2 litro de água filtrada

2 tabletes de caldo de legumes (para facilitar a receita)

Modo de preparo

O Caldo

Ferva por 7 minutos a água com os tabletes do caldo de legumes e os alguns fundos de alcachofra.

Reserve.

Comentário do autor: Na execução desta receita, reparei que os fundos das alcachofras estavam duros, então coloquei-os todos junto do caldo. Ficou mais saboroso e os fundos ficaram mais macios.

O Risotto

Devido à falta da cebola, resolvi inovar e marinei os fundos das alcachofras no azeite e um pouco antes de colocá-los no arroz, reguei-os com um parte do vinho. Ah…não se esqueça de cortá-los em tiras (não muito pequenos, para mantê-los inteiros).
Aí para executá-lo, usei o procedimento padrão para fazer risotto:

Refoguei um pouco de fundo de alcachofra picado, com azeite de boa qualidade (essencial para uma boa comida) e adicionei o arroz para “fritá-lo”. Lembre-se que não se lava arroz arbóreo.

Quando o óleo estava seco, adicionei o vinho e sempre mexendo transformei o arroz do branco imaculado para o roxo tinto do vinho.Quando o vinho estava quase seco, passei a despejar as conchas de caldo, que estava reservado, nunca deixando-o secar. Esse procedimento levará, em fogo médio, por volta de 20 minutos. Se você fez o caldo, com as alcachofras dentro, só deve juntá-las aos arroz no final do cozimento, caso contrário, adicione-as no início do processo.

Quando o arroz estiver “al dente”, desligue o fogo, adicione o queijo ralado e a manteiga. Não mexa e tampe por mais ou menos 10 minutos. Sirva imediatamente.

Eu não tinha salsinha no jardim e eu teria adicionado individualmente em cada prato.

Aguardo feedback sobre o novo formato, por mais recente que seja.

 


2 Comentários
Bender

novembro 12, 2007 @ 08:48

Responder

Deixar o blog mais pessoal fará maravilhas para os assinantes. Quer dizer, eu acho que fará, pelo menos.

fabio santos

março 18, 2009 @ 19:25

Responder

muito bom o blog e a receita.

abraços

Comente

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

author
PorCobra
Publicidade
Pop
Publicidade
Arquivos
Fique Ligado! Assine nossa newsletter
Receba todas as novidades do Homem na Cozinha

Todos os direitos reservados © Homem na Cozinha - 2006 - 2016