quinta-feira, junho 13, 2024
InícioBlogDIY - Construindo um defumador de tambor

DIY – Construindo um defumador de tambor

Defumar carne é umas das técnicas de conversação mais usadas pelo homem com o passar dos tempo. Além de conservar a carne, o sabor peculiar da fumaça costuma fazer bastante sucesso. Nesse artigo, irei ilustrar como construi meu defumador de tambor. Caso queira acompanhar o processo de construção, tem um link no final do artigo.

O Projeto



Comecei o projeto do defumador, baseado em um projeto já bastante conhecido e disseminado na internet. O projeto é de autoria do sr. Newton de Alencar e utiliza dois tambores de ferro. A primeira recomendação que faço, é essencial usar um tambor reciclado de produto alimentício (óleo vegetal, doce de leite, gorduras diversas, etc), para evitar riscos e contaminações.

Projeto em que me baseei para construir o defumador de tambor.

Planejamento do Defumador de Tambor



Fiz uma relação dos materiais necessários, assim como uma pesquisa de quais materiais seriam os mais indicados para o contato com o calor. Nessa pesquisa, descobri as tintas que suportam altas temperaturas (foi meu maior gasto do projeto) e não me arrependo em nenhum momento da compra. A tinta não descasca.

Comprei meus dois tambores pelo Mercado Livre, pela facilidade de busca e proximidade da minha casa para retirá-los. (Fica aqui o primeiro agradecimento à Ford do Brasil que me emprestou uma Nova Ranger para realizar toda a logística da construção do defumador).

Defumador de tambor
Defumador de tambor

Diferentemente do projeto original, fiz portas no meu defumador. Então comprei dobradiças e travas (além dos rebites).

A Construção




Ter um cunhado dono de marcenaria, me ajudou um pouco no quesito ferramental e no quesito habilidade, iniciamos a construção às 10 da manhã na serralheira do irmão dele e terminamos com um churrasco às 14:30, faltando apenas a cura do tambor e a pintura – que fiz em São Paulo.

 

E aí? quem me acompanha defumando uma carne?

 

Meus mais sinceros agradecimentos à:

Ford do Brasil que me emprestou a Ranger XLT que aparece no vídeo. Sem ela, não teria condições de transportar a matéria prima, nem trazer o defumador de volta para casa.
Ao Mauri (meu cunhado), ao Felipe (o rapaz de boné no vídeo), ao Lilo (dono da serralheria) e ao meu pai pela ajuda, apoio, ferramentas, etc.

 

Ricardo Cobra
Ricardo Cobra
Pai, cozinheiro, já fui um monte de outras coisas mas acima de tudo, um curioso. Da aversão da dupla esponja e detergente nasceu o auxiliar de cozinha em uma viagem com tarefas compartilhadas. Atuando como personal chef, consultor e facilitador na Homem na Cozinha Cook Lab Ricardo Cobra mantém seu "filho mais velho" com o mesmo cuidado de 13 anos atrás.
RELATED ARTICLES

2 COMENTÁRIOS

  1. Olá, Ricardo. Poderia me dizer qual é a marca da tinta que você utilizou? Há muito tempo procuro uma que seja de boa qualidade e até então não encontrei. Agradeço desde já, abraços.

    • Pedro,
      Usei o spray da Colorgin para altas temperaturas.
      Agora, 2 anos depois, que começou a aparecer alguns pontinhos de descascado.
      Vou refazer a pintura assim que tiver um tempinho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

- Publicidade-

Most Popular

Baião de dois

Boulevardier

Negroni