tipos-de-cerveja

Cerveja para todos os gostos

Cerveja é bom e eu gosto! Eu sei, não estou sozinho nessa. Praticamente todo mundo gosta de cerveja. É a terceira bebida mais consumida no mundo. Só perde para água e chá.

E já faz um tempo que cada vez mais pessoas têm gostado de novas marcas e estilos de cerveja. Ela não é mais só a loura gelada. Se ficarmos apenas aqui no Brasil, ela já recebe até mesmo outros nomes como ruiva, negra, índia. Tem de fato cerveja pra todos os gostos.

Mas como descobrir qual a cerveja do seu gosto? Por já ter me iniciado em diferentes estilos há um tempo, muitos de meus amigos e familiares acabam sempre me perguntando: “Quero experimentar cervejas novas, mas por qual começo? Qual vale a pena comprar? Qual a diferença entre Stout e Ale?”. Se você também tem essas dúvidas, dia desses conheci um serviço que pode ajudar.

Na Cervejaria Devassa estão disponíveis 5 diferentes chopps: Loura, Sarará, Ruiva, Índia e Negra. E além das versões de 200ml e 300ml, é vendido um combo, em cinco copos de 60ml (aqueles de dose de tequila), cada um com um estilo de chopp da casa. A intenção é justamente essa: provar todos e descobrir qual te agrada mais.

tipos-de-cerveja

Ao estar diante de tantos estilos diferentes, algumas dicas podem ser úteis para encontrar seu tipo de cerveja preferido. Repare nas cores. Perceba os aromas. Tente sentir as diferenças de gosto ao tocar a cerveja na boca, dentro da boca e após engolir. Não se preocupe em tentar identificar isso tudo logo na primeira vez que estiver experimentando uma bebida diferente. Isso é apenas pra tentar criar o hábito. Com o tempo, você acabará fazendo isso de uma forma até automática e nem perceberá. A partir daí, é memorizar – ou até anotar – o que percebeu de cada cerveja. No dia que fui à Cervejaria Devassa, fiz isso e compartilho algumas percepções para você entender do que falo.

Loura (Pilsen) – A cor é muito bonita. Clarinha e translúcida. No sabor, nem tão ruim, nem tão gostosa. É ok.

Sarará (Weiss) – A cor não estava bonita. Ainda que cervejas de trigo sejam mais turvas, estava turva demais. E apesar de dizer que tem aromas de cravo e banana, nenhum dos dois foi perceptível. Estava até um pouco azeda. Devo ter dado azar de algum problema de armazenamento do chope.

Ruiva (Pale Ale) – É cheirosinha, mas a cor não muito agradável. Pelo sabor, claramente percebe-se que é uma do tipo Ale, mas é bem simples.

Índia (IPA) – É a mais bonita das cores. E saborosa! Deu pra notar que é mais alcoólica. Bem gostosa, mas não sei como se compara em relação a outras IPAs (não conheço muitas IPAs).

Negra (Dark Ale) – Gostei. É puro café e caramelo, no cheiro e no sabor. Por causa disso, me lembrou um pouco a Eisenbahn Dunkel, que é de outro estilo, mas também gosto muito.

Veja, não segui nenhum padrão nas anotações sobre elas. Nem fui tão a fundo falando de processos de fermentação, se mais malte ou mais lúpulo, região ou safra e o caramba. Nem mesmo sou expert para chegar nesse ponto de análise, e sinceramente, nem acho que a gente precise. E se você provar cada uma delas, pode ser que suas percepções sejam completamente diferentes das minhas. Fique tranquilo, pois a única regra para descobrir qual seu tipo de cerveja é: não existe regra. Você só precisa beber.

Aos poucos, você identifica qual delas gosta mais. São mais de 80 estilos para experimentar. Isso segundo apenas um dos diversos critérios de classificação. E por favor, sem essa de ser pedante com “sua cerveja é ruim, a minha é que é boa”, combinado? O simples “gosto / não gosto” também é critério válido, e alguém sempre irá gostar de algo que você não goste e vice-versa. Não há nada de errado em alguém que diz gostar daquela cerveja de R$ 1,50 no mercado. Lembre-se, tem cerveja pra todos os gostos.

Este foi apenas o meu primeiro post no Homem na Cozinha sobre o universo das cervejas, a convite do meu grande amigo Ricardo Cobra, editor deste blog. Em breve, escreverei mais aqui sobre nossa adorada bebida.

IMG_7550

“Você pensa que homem precisa de regras; ele precisa é de cerveja.”

Henry Miller, escritor norte-americano


1 comentário
Comente

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

author
PorPedrovisky
Publicidade
Pop
Publicidade
Arquivos
Fique Ligado! Assine nossa newsletter
Receba todas as novidades do Homem na Cozinha

Todos os direitos reservados © Homem na Cozinha - 2006 - 2016