Dando continuidade ao breve resumo sobre o uso de ervas, começado nesse post, falarei hoje de mais algumas ervas nessa parte do artigo.

Apenas à título de curiosidade, podemos usar ervas frescas ou desidratadas. No caso do maço fresco, o ideal é acondicioná-lo em um copo com água ou deixá-lo na geladeira dentro de um saco de papel (nunca de plástico). Em ambos os casos, o maço dura até uma semana.

7. Coentro

Seu sabor é picante e adocidado.

Muito utilizado na culinária baiana, porém é o típico caso de amor e ódio.

Recomendado para peixes, moquecas, ensopados, vinagretes, carnes (quando fresco) e para aromatizar bolos e licores no caso das sementes.

Recomendado para Chutneys.

8. Citronela

Aromática ao extremo. Todos conhecem seu cheiro e seu uso como repelente, porém é excelente para chás

Suas folhas são muito parecidas com as de menta.

Muito utilizada na culinária chinesa.

Pode ser usada em Saladas, sobremesas e drinques.

9 e 10. Tomilho

Use-o em caldos, guisados, sopas fortes e feijão.

Sabor marcante, pode ser misturado com mostarda ou sálvia.

Variedade: Tomilho limão – Tem as mesmas propriedades do tomilho, porém se for usá-lo diretamente nos pratos, somente fresco.

Seu aroma de limão realça molhos de peixes.

11. Manjericão

Sabor balsâmico (levemente amargo) e aroma doce e forte.

Se houve casamento entre ervas e frutos, o Manjericão casaria-se com o tomate. A combinação e perfeita em molhos.

Usado em pizzas (quem nunca comeu um pizza Margheritta?) , sandwiches, sopas, carnoes, aves, risotos, enfim sua versatilidade permite que seja usado praticamente em qualquer prato salgado.

Um uso que eu costumo dar aqui em casa para o manjericão é na fabricação artesanal de Azeites aromáticos.

Pode ser conhecido por Basílico ou Alfavaca.

12. Salsão Palito

Além das dicas dadas no Aipo (parte I do artigo), o Salsão Palito pode ser cortado em rodelas ou ralados sobre as saladas.


Technorati : condimentos, ervas, temperos