Dá para chamar os parças para ver futebol e comer bem

0
7741

Ver o futebol com os amigos não precisa significar comida ruim e cerveja barata. É só dar um talento na parada

Claro que jogar um saco de salgadinho no meio da mesa e botar a cerveja na geladeira é o mais fácil ao chamar os parceiros para ver um futebol na sua casa. Mas se você não quer ser só um zagueiro botinudo e sim o Messi do rolê, dá para fazer melhor. Toma vergonha na cara!

Não precisa exagerar e fazer um creme brulee e tomar um Chardonnay, mas dá para chegar no meio termo. Como? Já te falamos como. Só substituindo os tradicionais desse evento tão especial com coisas ainda melhores. Já vai abrindo o folheto Carrefour para ver os preços.


A cerveja? Que tal uma artesanal?

O Brasil foi inundado por cerveja artesanais nos últimos anos. Ainda bem, já que melhorou a qualidade da produção e tivemos marcas fazendo verdadeiras obras. Quem curte uma gelada só agradeceu esse aumento de opções.

Há pouco nos falamos como a Colorado lançou uma marca chamada Brasil com S, com uma cerveja com algum ingrediente bem nacional sendo lançada todo mês. A primeira foi com uma Ale com Garapa. Tá ai uma excelente ideia.

Aliás, não precisa fugir da Colorado, Edelbrau, Baden Baden… Todas elas, e muitas outras, fazem cervejas sensacionais que vão deixar o seu rolê ainda melhor.


A batata não precisa ser de saco

Jogar um Doritos e tacar o fo** não vai pegar bem para você. Fazer batata frita é uma coisa fácil demais. O mais chato na verdade é descascar. Se seus parcas são realmente do coração, dá para usar os braços extras para ir mais rápido. Mas nada que um descascador não dê conta do recado.

O lance é usar um óleo bom – foge do de soja, nem precisa falar que se tiver algo preto boiando, não rola -, como de girassol ou milho. Se tiver uma fritadeira, melhor ainda, mas se não vai na panela grande mesmo que não tem erro. No momento que ficar dourada, tira e deixa secando.

O segredo aqui é fazer alguns molhos legais. Nada que exija muito: cortar um alho e esmagar na maionese, junto com uma colher de sopa de azeite já é ótimo. Você também pode pegar a mostarda, colocar azeite, um pouco de molho inglês, limão e bater. Ai fica o molho de mostarda mais líquido. E tudo isso não te tira nem 5 minutos do sofá.


Precisa de algo com mais peso? Sem problemas

Tem uma hora que a fome vai bater forte. Especialmente se seu time não estiver te traumatizando para a vida na TV. Como a ideia aqui não é dar muito trabalho e nem te tirar do jogo, dá para fazer algo que alimente no intervalo. Pronto? Apita o juiz.

Vai para a cozinha, tira o pão de cachorro-quente e coloca no forno, aberto no meio. Abre o pacote de salsicha – compra uma boa, deixa de ser mão de vaca – e coloca na panela com água. Lembra das batatas descascadas? Coloca na água e ferve.

Tira o pão quando ele ficar um pouco tostado. A salsicha é só enfiar um garfo e ver se fura com boa consistência. A batata você vai esmagar com um garfo, jogar um pouco de leite e pimenta do reino e misturar um pouco. Cuidado para não queimar.

Antes da volta do intervalo você abre o pão, coloca a salsicha, o purê por cima e um dos molhos que falamos acima da batata frita. Você reaproveitou todos os mesmos ingredientes e ainda fez um prato sensacional para ver o segundo tempo. E tudo com produtos que você pode comparar o preço no encarte Guanabara hoje em um site como o Portal Folhetos.

Fácil, simples e você mostra que é o mestre Cuca. O resultado do jogo quase passa a ser indiferente.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here