Azeite aromatizado – limão siciliano

13
52

Comecei algum tempo atrás um processo de reeducação alimentar, que para pessoas que adoram comer como eu, é bastante sacrificante.

A grande questão é que nesse processo, pelo menos no início, minhas opções estão bastante reduzidas e a procura por sabores diferentes tem me ajudado a continuar no processo.

Uma coisa que pouca gente sabe, é que durante esse processo não devemos eliminar totalmente a ingestão de gorduras. O que devemos fazer é explorar as chamadas gorduras boas e nas quantidades certas. Uma dessas gorduras é o azeite extra virgem. Resolvi fazer algumas experiências com azeite: ramos de oregano fresco, ramos de manjericão, alho e alecrim… mas fiquei com essa experiência na cabeça – o limão siciliano. O aromado limão em contraste com o aroma do azeite, não poderia dar errado.

azeite-limao-siciliano

Ingredientes

250 ml de azeite extra virgem (não, não pode ser outro)
1 limão siciliano

Modo de preparo

Despeje 100 ml do azeite em uma panela (a menor que você tiver) e reserve o restante.

Usando um descascador próprio, tire a casca do limão, eliminando toda a parte branca da casca (essa parte deixa o gosto amargo) e coloque na panela com o azeite.

preparacao-azeite

Leve ao fogo baixo, até que o azeite atinja 75o C (se não tiver termômetro, até começar a borbulhar). Espere esfriar um pouco e misture com o restante do azeite.

Coloque em vidro esterilizado e guarde protegido da luz.


13 COMENTÁRIOS

  1. Azeite extra-virgem aquecido a mais de 60°C perde as propriedades e se torna tão bom quanto qualquer virgem por aí. Não que fique ruim, mas é desperdício de ingrediente nobre.

    • Adilson,

      usamos apenas parte do azeite para aquecer, logo as propriedades da maior parte do azeite é mantida. Além disso, o sabor do azeite extra-virgem é completamente diferente do azeite virgem.

    • Primeiramente vamos quebrar o primeiro tabu: é evidente que o azeite de oliva cru é o melhor para ser consumido, neste caso o indicado é o extra virgem.

      Contudo, o azeite de oliva é uma ótima opção para cozinhar, nas condições adequadas de temperatura não sofre nenhuma alteração, conservando todas as suas características intactas.

      O azeite permite todas as formas de cozinhar, pois a sua temperatura crítica é de 210° C a 220° C, sendo que a temperatura para fritar é de 180°C, ou seja, o azeite é melhor do que todos os outros tipos de gordura, pois as outras, por terem o seu ponto crítico de aquecimento mais baixo, se decompõem e deterioram-se a esta temperatura formando substâncias tóxicas.

  2. adorei o site, Cobra!!!! tenho uma pimenteira incrível e precisava aprender a fazer conserva de pimenta dedo-de-moça … então procurei no google e encontrei esse site!!!! já postei no facebook algumas dicas suas ok?! parabéns! 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here